Início / Notícias / Brasil / MMA Gospel cresce no Brasil e eventos reúnem média de 3 mil expectadores

MMA Gospel cresce no Brasil e eventos reúnem média de 3 mil expectadores

O crescimento do MMA Gospel é um fenômeno que, embora ainda não tenha atingido uma gama plural de denominações, vem se consolidando nos últimos anos. A principal incentivadora do esporte, Igreja Renascer em Cristo, é pioneira no uso das lutas como ferramenta de evangelismo.

BBC produziu uma reportagem sobre o Ultimate Reborn Fight (URF), a versão caseira da Renascer para o UFC, principal evento de MMA no planeta. Em uma das edições, três mil pessoas compareceram à Arena Renascer, o ginásio poliesportivo arrendado pela igreja junto à Associação Portuguesa de Desportos, clube de futebol à beira da falência.

O bispo Leandro Miglioli, 41 anos, é o principal líder da Renascer no que se refere ao MMA Gospel, e conta com autonomia concedida por Estevam Hernandes para tocar o projeto evangelístico com incentivo à prática do esporte.

“Davi partiu para cima de Golias e a vitória mais improvável aconteceu. Davi atirou uma pedra e Golias foi nocauteado imediatamente. Fui nocauteado pela cocaína dos 15 aos 20 anos, quando conheci o que dava a Davi o poder de vitória. (…) O dia em que coloquei meus pés nesta igreja nunca mais usei drogas”, contextualizou Miglioli, mostrando o viés social da iniciativa.

“Você não entrou aqui hoje por acaso, apenas para assistir a essas lutas que adoro, mas porque Deus tem um propósito em sua vida. Se tiver a atitude que tive, que Davi teve, Jesus vai entrar em tua vida, e nunca mais esse gigante que te assola irá te vencer”, acrescentou o bispo, antes da realização das lutas na Arena Renascer.

Nos eventos de luta, não há mulheres com trajes sumários segurando placas indicativas dos rounds, muito menos bebida alcoólica à venda. Apenas os competidores e os fiéis, que viram torcedores.

“O MMA é um esporte que exige muita dedicação e trabalho. Na igreja ele é praticado com a mesma qualidade: respeitando regras, com ordem e decência. Então não é manifestação de violência”, disse Estevam Hernandes Filho, 63 anos, fundador da Renascer.

Hernandes considera a Renascer uma “pioneira na realização de eventos esportivos como estratégia de evangelismo”, e mostra o caso do pastor Roberto Pedroso, conhecido como “Giraia”, 38 anos, praticante de artes marciais desde os dez anos de idade e frequentador da Renascer há 16.

O pastor Giraia é o “consultor técnico” esportivo do URF: “Muitas vezes você convida as pessoas a uma igreja e elas não vão, mas a uma noite de lutas elas vão”, diz, rebatendo as críticas ao MMA Gospel: “Já disseram que a igreja era ridícula, ironizando os torneios com a frase de Jesus sobre ‘oferecer a outra face’. Cada um pensa o que quer. Estou salvando vidas e fazendo o que Deus me chamou a fazer”, garantiu Pedroso.

As vezes de pastor e treinador, no entanto, se misturam, e Pedroso afirmou que a proposta vem dando resultado: “Dizem que a Renascer é a igreja das portas largas. Glória a Deus. Porque é onde mais se abre a porta para gente se converter. Esse é o nosso foco e essência”, concluiu.

 

Fonte: GOSPEL MAIS

Sobre Administrador

Veja também

hoje

Curso Empresários empreendedores Segunda o Bíblia Sagrada – Aula 01 – A Bíblia e os Negócios.

  Curso realizado na igreja Cristo Vive Rio de Janeiro; 1 etapa Fonte: Yootub.   …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *