Início / Notícias / Brasil / Concorrente do Uber chega a Cuiabá com corridas mais baratas e maior porcentagem de lucro para motoristas

Concorrente do Uber chega a Cuiabá com corridas mais baratas e maior porcentagem de lucro para motoristas

Se não puder remar contra a maré, siga a maré. Essa foi a lógica adotada pela “99Taxis”, aplicativo de celular que conecta taxistas a passageiros. Percebendo a inevitável perda de mercado para seu principal concorrente, o “Uber”, a empresa, fundada por brasileiros em 2012, lança nesta semana sua nova plataforma: o “99POP”, voltada para o transporte particular. A perspectiva é ousada: preços menores para usuários, lucros maiores para motoristas. Mas, será que vai funcionar? Agro Olhar destacou os diferenciais da nova plataforma:
“O 99POP é a opção mais econômica da cidade. Temos as tarifas com bom custo x benefício tanto para você quanto para os motoristas e é possível ver a estimativa do quanto você vai pagar”, promete o anuncio na Google Play Store, plataforma Google para download de aplicativos de celular.

Preço e Lucro:

A estratégia é atingir o “Uber” em seus pontos fracos, destacamos três deles:

A principal: as taxas cobradas nas corridas. Hoje, na plataforma “UberX” (carros populares), a única disponível em Cuiabá até o momento, a cobrança é de 25%. Isto é, de uma corrida de R$ 10,00, a empresa fica com R$ 2,50, o motorista com R$ 7,50. No “99POP”, a taxa oferecida é de 16,99%, taxa que pode variar conforme a cidade. Ainda não se sabe a variação para Cuiabá mas, seguindo a lógica, de uma corrida de R$ 10,00, a empresa ficará com R$ 1,69 e o motorista, com R$ 8,31.

Uma vez aceito pelo aplicativo, após rigoroso processo de cadastro de motoristas, você receberá o “Cartão99”, da bandeira MasterCard. Por ele serão feitas todas as transações do provedor de serviços com seu parceiro. A palavra de ordem é “desburocratização”.

Simplicidade até mesmo no cadastro. Para se tornar-se um “99POP”, você deverá possuir apenas: RG, CNH com EAR (Exerce Atividade Remunerada), comprovante de residência e certificado de registro e licenciamento do veículo.

Mais opções:

Outro aspecto que atrai críticas ao “Uber” é quanto a forma de pagamento. Até o início deste quem possuia somente cartões de débito e não portava dinheiro em espécie na carteira (por questões de segurança) ficava impossibilitado de usar o aplicativo. “Uber” aceitava somente cartão de crédito, previamente cadastrado no aplicativo. As coisas mudaram no início deste ano, quando o aplicativo permitiu uso cadastro de cartão de débito e pagamento em dinheiro, além de um “Vale Presente”.

O “99POP” já inicia as atividades aceitando as três formas de pagamento: dinheiro, cartões de débito ou pagamento direto pelo aplicativo (cartão de crédito) com possibilidade de descontos cumulativos.

Comunicação:

Terceiro aspecto que promete avançar sobre a tecnologia do rival, o “99POP” permite que o passageiro entre em contato direto com o motorista, por meio de ligação telefônica ou mensagem de texto. Aspecto bastante criticado pelos clientes do “Uber”,  que não podiam enviar sequer um “SMS” para o motorista, tendo como único meio de contato uma ligação interurbana. Esse sistema de redirecionamento de chamada, segundo o “Uber” resguarda a intimidade do motorista que usa seu celular pessoal “em serviço”, mas não convenceu muito o público. O aplicativo precisou se atualizar e hoje aceita envio de mensagens.

Agro Olhar testou:

A reportagem baixou o aplicativo “99POP”, fez o cadastro em menos de 1 minuto e calculou uma corrida às 10h desta terça-feira (17), fazendo a mesma avaliação pelo “Uber”. Vale destaque a adesão rápida dos motoristas à novidade, muitos veículos já estão disponíveis na nova plataforma. Fizemos então um orçamento: enquanto uma corrida dos bairros Jardim Cuiabá ao Araés custaria R$ 8,11 pelo “Uber”, “99POP” cobraria apenas R$ 6,90. Ou seja, 15% mais barato (neste caso específico), desconsiderando as variações de preço devido à demanda.

Vale destaque o desbanque da plataforma “POP” ante a “variação” da mesma marca, o tradicional “99Taxis”. Uma corrida de táxi para o mesmo trajeto custaria R$ 12,00 ou mais, enquanto que, fora do aplicativo, seria cobrado R$ 13,00, considerando Bandeira 01, custo que pode aumentar em Bandeira 02, nos domingos e feriados.

Críticas:

Apesar das promessas e dos diferenciais, o aplicativo “99POP” já tem sido bastante criticado no Google Play Store. A queixa é que o programa tem roubado bastante energia dos aparelhos celulares, tornando impossível seu uso por muito tempo.

O mercado, infelizmente, não é movido às boas intenções. Exige resultados e não esquece das promessas frustradas. Como o caso de YetGo, plataforma de corridas particulares que chegou à Cuiabá no fim de 2016. Mesmo com promessas de preços melhores e lucros maiores, as queixas quando ao funcionamento do aplicativo se sobressaíram, eram recorrentes. As corridas mal registradas causavam transtornos aos motoristas e a debandada foi inevitável. Que fique de lição aos novos aplicativos.

99POP

 

Fonte: Olhar direto

Sobre Administrador

Veja também

hoje

Curso Empresários empreendedores Segunda o Bíblia Sagrada – Aula 01 – A Bíblia e os Negócios.

  Curso realizado na igreja Cristo Vive Rio de Janeiro; 1 etapa Fonte: Yootub.   …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *